2020 está mesmo sendo um ano atípico no mundo. Mas no Brasil ainda temos nosso toque especial. No início do ano com chuvas terríveis que causaram diversos alagamentos, uma pandemia caótica que mudou o curso do mundo e da vida das pessoas e agora uma onda de calor histórica. E como conciliar essa onda de calor e os protocolos de segurança no turismo? Cá estamos nós, meros mortais tentando nos equilibrar em meio a tantas orientações: Use máscara, mesmo com aquele bafo quente nesse calor de 1000 graus que fica ali entre nossa boca, nariz e máscara. Pode ir à praia, mas não pode ficar na areia hein?! Então pula na água e depois corre para o asfalto. Mede a temperatura quando entrar nos lugares! Oi?! Ah, e se puder, fique em casa! Mesmo que você more num apartamento de 47m2 com mais duas ou três pessoas, afinal sua saúde é o mais importante, correto?!

O fato é que em meio a pandemia do coronavírus nos deparamos nestes últimos dias com uma onda de calor que deixa todos inquietos, e acredito que para maioria das pessoas, seria um alivio dar uma escapadinha para uma piscina, cachoeira ou praia para se refrescar um pouco. Mas como conciliar todos os protocolos e ter uma experiência turística segura?!

Dicas para se refrescar com segurança

O Blog Viaje na Viagem, vem acompanhando semanalmente a evolução da pandemia em 100 destinos do Brasil. Na análise dessa semana, por exemplo, 7 destinos para se refrescar vêm apresentando queda nos casos de covid 19 nas últimas 4 semanas: Ilhabela, Itacaré, Praia do Forte, Imbassaí, Costa do Sauípe, Galinhos e Bombinhas. Já em Minas Gerais, Capitólio tem se destacado com poucos casos e é pra lá de refrescante!

Tente fugir dos locais extremamente secos e com risco de queimadas, como infelizmente tem acontecido em diversos pontos do Brasil. Como na região central do país e na Serra do Cipó próximo a Belo Horizonte. Uma alternativa, é buscar lugares mais altos, pelos menos para se refrescar com o vento e curtir o visual.

Achar hospedagem tão em cima da hora pode ser bem complicado, mas com paciência é possível pelo menos um bate e volta, principalmente para quem está nos grandes centros e está se sentido mais sufocado. Blogs de viagem dão dicas muito legais nesses formatos! Sugiro o Turismo de Minas, Esse Mundo é Nosso e o A Janela Laranja com dicas para quem viaja com crianças.

Também não custa tentar achar alguma possibilidade de última hora no Booking.com, Trivago e Airbnb.  

Dicas para receber com segurança

Treinamento da equipe deve ser constante, só assim se torna um hábito! Portanto, além dos treinamentos e apostilas convencionais, aposte em formas criativas de manter seus colaboradores envolvidos com os novos procedimentos do seu empreendimento ou destino turístico.

As pessoas estão viajando e sempre terá um ou outro mais irresponsável, mas não se engane, você está sendo observado o tempo todo. Seu turista precisa se sentir seguro, portanto avisos e abordagens educadas são sempre bem-vindos.

A hora da verdade

Como já abordei por aqui, o planejamento é essencial em qualquer segmento ou nível do turismo. Então, não adianta correr agora para se preparar se você não tinha nada mais encaminhado no seu planejamento. Uma boa gestão e rotinas bem implementadas levam algum tempo para se encaixarem e amadurecerem. Mas isso não é motivo para se desesperar ou desanimar. Se não foi nessa onda de calor, planeje-se para uma boa onda de receitas sabendo trabalhar adequadamente a sazonalidade do turismo. Tenho certeza que tudo vale como aprendizado!